Como fazer massagem terapêutica

Ótima parte da todo o mundo padece com dores. Sentir dor é um atento natural, um notícia de que uma coisa não vai bem em nosso corpo. Em algumas situações, no entanto, essa dor se torna viva, comprometendo a qualidade de vida. De maneira resumida, podemos expressar que a dor aguda, resultado de um trauma ou enfermidade, é aquela que dura pouco de 3 meses. No momento em que o sinal supera este tempo transforma-se em dor crônica. Aí, a dor deixa de ser demonstração e vira, ela mesma, dificuldade, prejudicando o trabalho, as atividades diárias, a prosperidade e a vida privado e afetiva. Quer saber mais sobre massagem terapêutica, acesse https://guiatantrica.com.br/

Lamentavelmente, podemos expressar que a dor no Brasil também é subtratada. Uma estudo realizada pela Clube Brasileira para o Pesquisa da Dor traz dados alarmantes sobre a situação em nosso país. Ela indica que 37% da indivíduos padece de dor crônica — a média mundial é 35%. Holanda, Japão, Austrália e Canadá, para nomear algumas nações, ficam cerca de 20%. As dores mais recorrentes aqui são nas costas (as lombalgias), de cabeça e aquela relacionada ao câncer.

O trabalho evidência também o índice de brasileiros que enfrentam a dor por região: 36% no Norte, 28% no Nordeste, 24% no Centro-Oeste, 38% no Sueste e 42% no Sul.

Em meio a este perspectiva, em que várias indivíduos ficam desassistidas, há a eventualidade de explorarmos também mais o potencialidade das chamadas costumes integrativas e complementares a fim de moderar ou reduzir as dores. Falamos de técnicas que autenticam reequilibrar corpo e mente do pessoa, lenir sinais e devolver qualidade de vida.

No entrecho da dor, entre muitas abordagens, vou me isolar-se aqui nos efeitos e nas aplicações da massagem terapia, que pode ser definida como a manuseamento manual dos tecidos moles do corpo para desenvolver a saúde e o bem-estar em maior parte.

A massagem terapia não precisa ser confundida com uma massagem relaxante comum. A ideia, nesse caso, é corporificar movimentos que afetam positivamente o corpo, promovendo relaxamento muscular, melhorando a circulação local, reduzindo o stress e criando uma percepção de conforto.

Há pesquisas com essa terapia em ao menos seis tipos de dor. Vamos fundir os achados e os vantagens na execução.

Dor lombar:

A pesar nas costas é a dissabor mais comum da todo o mundo. Já há provas de que a massagem terapia não apenas diminui a dor no local, porém similarmente reduz a inabilidade resultante dela e alivia a impaciência e a stress entre quem possui o dificuldade.

Fibromialgia:

funções científicos indicam que a terapia com massagem pode incluir o tratamento dessa síndrome, acertada por dores espalhadas pelo corpo. Além de diminuir a dor em si, observa-se a redução de exaustão e justeza, bem como ganhos ao bem-estar intelectual.

Dor pós-operatória:

Este tipo de incômodo depois de uma intervenção pode impedir a recuperação, demorar a pousada no hospital e também estorvar no retorno do paciente às atividades do rotina. Já possuímos bons indícios de que a massagem terapia diminui a intensidade e a frequência da dor nessas circunstâncias.

Dor de cabeça:

A massagem se destina especialmente às dores do tipo tensional, consideradas, de acordo com o Instituto Nacional de Distúrbios Neurológicos e Derrames dos Estados Unidos, a versão mais prevalente. Pesquisas revelam que essa abordada minimiza a recebimento, a frequência, a duração e a intensidade da dor.

Artrite e artrose:

 

Pesquisas apontam que sessões de uma momento de massagem sueca ( uma das variações da massagem terapia ) uma vez por semana trazem melhoras significativas a indivíduos com o erosão no joelho. Similarmente há testes bem-sucedidos com pacientes enfrentando artrite reumatoide, transtorno autoimune que influencia as juntas. A massagem benefício a mutabilidade e a dor nos patas.

Dor no câncer:

A massagem terapia é ideia de maneira promissora no controle da dor, da exaustão e da impaciência em indivíduos com câncer. A entendimento vem de uma meta-análise — uma extensa reconsideração de pesquisas — conduzida pelo Instituto Samueli, nos Estados Unidos, com o guarida da Associação Americana de Massagem Terapia. Os dados disponíveis nos dias de hoje mostram que a dor no câncer é altamente comum: em alguns tipos da enfermidade, mais da meio dos pacientes avaliados possui este sinal. Dessa forma, precisamos julgar em postura de alimentar a dor e angariar mais qualidade de vida ao longo o tratamento oncológico.

Podíamos ficar um bom tempo discutindo os resultados de novos pesquisas com o utilização da massagem para alimentar a dor. O ponto em comum, estudado em um perícia com enfermeiras que recebiam massagem em sua trajeto de trabalho, é que há uma benefício tanto em métodos como stress, falta de sono e exaustão, assim como também em sinais físicos como preocupação e dor na cabeça, nos ombros…

Dentro do conceito atual de alimentar de maneira cada vez mais integrada o paciente, devemos realizar atenção nas descobertas da conhecimento e julgar em alocar melhor recursos tendo em ideia o bem-estar do pessoa. Nesse intuito, a manuseamento do corpo, em semelhante a um trabalho com as condições emocionais, soma pontos valiosos à recuperação e à preservação da qualidade de vida.

Técnicas de massagem terapêutica mais fáceis

Para se tornar um massagista qualificado e licenciado, é preciso passar por um programa de massagem terapêutica após se formar no ensino médio ou após adquirir as credenciais equivalentes. Então, depois de passar no programa, um massagista pode solicitar sua licença e, posteriormente, uma licença comercial, caso deseje praticar sozinho.

Ao longo deste processo, o aprendizado de um massoterapeuta raramente para, pois existem muitas técnicas, estilos e ferramentas diferentes envolvidas na realização de massagens. Além disso, o treinamento para se tornar um massagista não é brincadeira; você será obrigado a dominar uma variedade dessas técnicas e continuar a aprimorá-las.

Assim como qualquer outra forma de arte, fazer uma massagem é bastante semelhante a criar arte. Os movimentos e a pressão aplicados são semelhantes a pinceladas em uma pintura e, quando feitos com habilidade, podem ser apreciados em ambas as circunstâncias.

No entanto, nem todos desejam seguir uma carreira profissional em massoterapia e, em vez disso, gostariam de aprender bem algumas técnicas para poder fornecer bem um certo tipo de massagem. Para casais, famílias e amigos, existem muitas técnicas de nível iniciante que podem ser facilmente executadas em casa sem arriscar a segurança física do cliente em questão.

Este artigo irá informá-lo sobre as técnicas mais comuns e eficazes usadas na massagem terapêutica, técnicas que você pode experimentar em seu parceiro depois de um dia cansativo de trabalho. Alternativamente, você pode usar essas técnicas para relaxar e rejuvenescer em dias difíceis e estressantes para um melhor no dia seguinte.

Então, sem mais delongas, aqui estão cinco das técnicas de massagem terapêutica mais populares usadas hoje.

Amassar

Talvez o mais fácil de ser realizado por amadores, amassar envolve usar os polegares ou as palmas das mãos para aplicar pressão em várias partes do corpo. A ideia aqui é afastar o músculo do osso, uma prática que ajuda a reduzir os espasmos musculares. O nome técnico dado ao amassar é Petrisage, que é usado principalmente em livros didáticos de massoterapia.

Amassar é uma das primeiras técnicas já ensinadas aos estudantes de massoterapia e, portanto, é um pouco mais fácil de aprender do que as outras. No entanto, a velocidade e a intensidade da pressão aplicada na pele e nos músculos também são fatores importantes a serem aprendidos. 

Se você está fazendo uma massagem em alguém, uma maneira de saber quanta pressão e velocidade usar é perguntar ao cliente suas preferências. Caso contrário, você pode começar ajustando a pressão e a velocidade de acordo com a resposta do cliente ao massageá-lo.

Fonte de Reprodução: Getty Imagen

Lembre-se, como massagista, você deve sempre garantir que a pessoa para quem você está fazendo a massagem não esteja sentindo nenhuma dor ou desconforto. Comece usando uma pressão leve e velocidades mais lentas e, em seguida, trabalhe de acordo com o que seu cliente lhe disser.

Effleurage (Acariciando Leve/Profundo)

Esse método é mais um usado com bastante frequência em salões, salões e estações de massagistas. Envolve o uso de suas mãos para aplicar pequenas quantidades de pressão sobre a pele. Nesta técnica, as mãos devem permanecer planas enquanto deslizam sobre o corpo e podem envolver o uso de óleos ou cremes para maior conforto.

Effleurage é frequentemente usado no início e no final de uma massagem para obter o máximo de conforto e relaxamento para o cliente. O objetivo aqui é aliviar os músculos para outras técnicas relativamente mais intensas, ao mesmo tempo em que estimula a circulação sanguínea para várias partes do corpo.

Se você deseja saber como incorporar esta técnica em sua massagem, basta começar com movimentos leves e suaves no corpo, mantendo as mãos abertas. Você pode usar movimentos circulares para massagear suavemente a pele e, até certo ponto, aumentar a pressão, se o cliente desejar.

Quando usada com um pouco mais de pressão, a técnica pode ser usada para remover nós musculares e tensões do corpo. Essa técnica é comumente utilizada em diversos estilos de massagens, como a massagem sueca por exemplo.

Esfregando

Como o título sugere, a técnica de fricção requer essencialmente o uso de polegares normalmente se movendo em um padrão circular, aplicando pressão à medida que você avança. Este método é usado para estimular a circulação sanguínea dentro do corpo, bem como para tratar dores musculares e articulares. O blog da Guia Tântrica detalha como é a diferente técnicas para uma massagem bem sucedida, veja a seguir https://guiatantrica.com.br/blog/

Ao esfregar a pele com os polegares, você está essencialmente tratando partes localizadas do corpo, especialmente onde os músculos estão rígidos ou onde as articulações doem. A uma pressão maior, a fricção pode ser incorporada como uma técnica em uma massagem profunda dos tecidos para aliviar a rigidez e/ou desconforto nas camadas mais profundas dos tecidos musculares.

Diferentes tipos de padrões de movimento podem se enquadrar na técnica de fricção, desde que você esteja usando dois polegares. Esses movimentos, embora semelhantes em muitos aspectos, podem, de fato, ser chamados de uma técnica diferente, dependendo de como e quando é usado por massoterapeutas em todo o mundo.

Por exemplo, a fricção também pode ser denominada uma subcategoria de amassar, também denominada effleurage mais profundo.

                                                     

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Massagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *